Seguidores

sábado, 20 de abril de 2013

Poema - NOITE

Espero a noite
Ilusões...
Sonho que em estadia, moro no teu coração
Neste tempo que é só meu,
Sou poema, poesia, quiçá prosa em nostalgia
 
Noite Solitária!
Apenas a lua é companheira
Em sonhos minha alma de poeta
Dorme em minguante do amor!
Restando a saudade de você.
 
AnnaRibeiro
 
***
 
Poesia publicada no Varal do Brasil / Genebra/ Edição Nº23
Mote: Saudade...Parece que foi ontem

Um comentário:

  1. Por vezes acontece de esperarmos que a noite traga o sonhado amor, e vem a ilusão,mas a sábia lua ilumina os nossos pensamentos na certeza de que amanhã será outro dia.
    Muito bom!
    Abração.

    ResponderExcluir