sexta-feira, 1 de junho de 2012

Do antes... ao Renascer


Do antes... ao Renascer

Sem a emoção de antes
atropelando, tudo se desfez!
Ausência, tempo...Ja não importava.
Olhares? eram distancias
 Marcado o instante, distanciado olhar persistia;
Afetos se perdiam, coração acelerado...
 
Porém do amanhecer,
Logo ali no horizonte, nada mais a explicar
Nascer do Pôr do Sol!
Entendeu-se; Esperança...  Então reviveu o renascer.

Anna Ribeiro.