Seguidores

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Tristeza (Metapoesia)


Tristeza

A noite se inicia
Não sei lidar com sua ausência
Calando no peito a saudade
O meu coração não sabe esperar
De você...
Este querer em mim,
Queima como fogo!
Em solidão, viro e reviro em lenções
de ilusões e cheiros...
A noite avança,
Minha alma não acalma
Com olhos cheio de tristezas
Vejo o dia clarear, meus sentimentos,
Convertem-se em silencio de salgadas Orvalhadas

Anna Ribeiro

**

*Participação em Fabrica das Letras/ Mês Fevereiro

domingo, 29 de janeiro de 2012

Poeminha de juras

                                   Amor,Amar que vira e mexe e remexe
                                                     Melhor não ha!
                                                  Nesta brincadeira de;
                                                    vira,volta e repete
                                      Se contrario;sem teu amor não sei viver
                                             Ha... Amor aromas e perfumes!
                                               Se não consegues sentir
                                                Não falo mais contigo!
                                               Esqueça meu juramento.

                                                                     Anna Ribeiro.