terça-feira, 3 de abril de 2012

Inspirações Poéticas

Há muito levada por inspirações
Da poetisa que sou,
Em linhas fugidias, escrevo palavras
que teimam florescer
Assim...

Em céu de poemas
Roubo da estrela cadente, letras sonhadas.
Em altares sagrados,
Juras seladas por eternidade!

... Sendo para sempre tua face nas
eternas linhas de minhas poesias. 

Anna Ribeiro.

***

Poesia para participação em Fabrica das letras e Palavras.

6 comentários:

  1. Lindo poema!
    uma ótima terça-feira prá você
    bjus!
    yves

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do seu blog e apreciei suas postagens, tanto que já o sigo. Dê-me a honra, visite o meu e conheça minhas obras.
    Aproveito e lhe desejo uma feliz Páscoa.
    http://vendedordeilusao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Juntar todos os rostos que nos inspiram, seria somar tantos verbos e tantas palavras que não teriam fim...

    Assim se escreve poesia também.

    Bj

    ResponderExcluir
  4. Gostaria de compartilhar com todos a alegria de ter conquistado mais uma vitória em minha vida, ter mais uma obra literária premiada em um concurso literário. Sabem o que isso significa para um escritor?!
    Resultado - Primeiro Concurso Literário Lucinerges Couto

    POESIAS:

    Menção Honrosa:
    Nome: Solane Gonzaga Pena Passos
    Recanto das Emas/D.F
    Obra: Sensibilidade

    Sensibilidade

    Tudo é poesia.
    Quando amanhece o dia.
    O sol nasce majestoso.
    E a sua luz irradia!

    Ouço o cantar dos pássaros.
    Que vem do meu quintal.
    Parece uma oração.
    Espantando todo o mal!

    As flores enfeitam os campos.
    São brancas, azuis, amarelas...
    Existem de todas as cores.
    E deixam as paisagens mais belas!

    Mas também vejo poesia,
    No pobre menino de rua.
    Que mesmo de barriga vazia,
    Acredita na vida que continua!

    No rosto do velho cansado.
    As marcas deixadas pelo tempo.
    No sorriso da criança.
    Que de brincar não se cansa!

    A vida é plena de poesia!
    Sensíveis gotas de felicidade.
    Mas para alcançar esta magia,
    É preciso ter sensibilidade!

    Na dor ou na alegria.
    Na tempestade ou na calmaria.
    Sempre será mais feliz,
    Quem em tudo vê poesia!

    Solane Gonzaga Pena Passos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Solane deixo aqui expressado meus Parabéns! a tua vitoria e conquista literária premiada,Abraços poeticos de Anna Ribeiro.

      Excluir
    2. Neyde, muito obrigada pelo seu comentário, pois nos encoraja a seguir em frente.
      Abraços poéticos para você também!
      Solane.

      Excluir